Passeios em Alter do Chão – 6 Experiências imperdíveis

Os passeios em Alter do Chão transbordam contato com a natureza e com as comunidades locais. Eles são perfeitos para quem gosta de aprender mais sobre a natureza, enquanto apreciam paisagens de tirar o fôlego. De fato, o charme paradisíaco de Alter do Chão é daqueles que conquista por ser rústico e natural. 

Para conhecer Alter do Chão com calma seria bom pelo menos uns 5 dias de viagem. Assim, você conseguirá navegar pelo Rio Amazonas, explorar as florestas e ainda participar de algum evento cultural. E, claro, não deixe de provar a gastronomia local. Estar em Alter do Chão é se permitir um momento especial com o meio ambiente. Além de ser o destino perfeito para se desconectar do mundo.

Neste post, te convidamos a fazer passeio de barco em Alter do Chão e desvendar as praias fluviais da região. Separamos 6 passeios para aproveitar o melhor de Alter do Chão. Só não esqueça que a viagem para Alter do Chão pedem por roupas leves, protetor solar e repelentes. Aproveite para entender a grandiosidade da Amazônia e a importância das florestas para a sua vida.

Nesse post tem:

6 passeios imperdíveis em Alter do Chão

Os passeios em Alter do Chão são imperdíveis porque entregam muita natureza, experiência cultural e paisagens inesquecíveis. São passeios em barcos, lanchas e até fazendo trilhas. É possível adentrar pelas florestas, mergulhar nos rios, apreciar o pôr do sol e ainda conhecer o estilo de vida das comunidades ribeirinhas.

Alguns passeios ainda incluem refeição com uma gastronomia típica. E, para os que gostam de fazer um esporte, é o momento para fazer SUP em águas tranquilas e cristalinas. Confira os 6 passeios em Alter do Chão que você precisa colocar no seu roteiro.

FLONA do Tapajós

A Floresta Nacional do Tapajós, também conhecida como FLONA é uma unidade de conservação federal brasileira. A floresta possui 160 quilômetros de praias fluviais abraçada por uma natureza ímpar. É o lugar para encontrar as árvores centenárias que parecem tocar os céus e sentir o que é respirar a Amazônia.

São quase 600 mil hectares de fauna e flora protegidas, são pelo menos 6 tipos de florestas em uma só. A entrada na FLONA é gratuita e pode ser feita via terrestre, de ônibus ou carro, como pelas águas, de barco. É preciso preencher um formulário de visitação nas bases do ICMBio. Indicamos que o passeio seja feito com uma agência especializada para aproveitar ao máximo a floresta.

Floresta Nacional do Tapajós no Pará, conhecida como Flona, num fimd e tarde
Reprodução: ICMBio

Faça a visita a FLONA do Tapajós com a Civitatis

Canal do Jari

É no Canal do Jari que os principais rios da região de Alter do Chão se encontram. Por isso, há uma variedade de espécies de animais e plantas. O charme e toda a atenção deste passeio fica por conta das vitórias-régias. É um verdadeiro jardim das grandes plantas que flutuam pelas águas. A lancha adentra pela floresta, desvendando a beleza da flora e fauna local e dá para ver as casas em palafitas.

Várias vitórias régias no Canal do Jari em Alter Chão no Pará
Reprodução: Tripadvisor

Faça a visita ao canal do Jari com a Civitatis

Comunidades Ribeirinhas do Rio Arapiuns

Uma das experiências diferentes de Alter do Chão é poder testemunhar a vida das comunidades ribeirinhas em harmonia com a natureza. A Get Your Guide oferece um passeio de barco pelo rio Arapiuns que leva para conhecer a vila de Urucureá. O passeio inclui um almoço preparado pelos habitantes locais com pratos típicos. Neste passeio cultural você também verá as artesãs locais trabalhando e um pouco dos hábitos da comunidade ribeirinha.

Além disso, o percurso passa pelo lago Piranhas, pela Ponta do Toronó, Lago Grande e ainda há uma caminhada pelas dunas de areia. Por fim, há um piquenique e uma parada para apreciar o pôr do sol na Ponta do Icuxi.

Menino sorri em imagem de comunidade ribeirinha do Rio Arapiuns
Reprodução: Get Your Guide

Faça a visita as Comunidades Ribeirinhas do Rio Arapiuns com a Get Your Guide

Standup Paddle no Lago Verde

O Lago Verde é formado pelas águas do Rio Tapajós e banha a Ilha do Amor. É um lago cercado por areias brancas e grandes copas de árvores. Suas águas quentinhas são conhecidas pela tranquilidade, perfeitas para a prática de stand up paddle em Alter do Chão. 

Lago Verde em Alter do Chão no Pará durante o dia
Reprodução: TripAdvisor

Pôr do sol na ponta do Cururu

A ponta do Cururu está às margens do Rio Tapajós e oferece um pôr do sol sensacional. A beleza do alaranjado, com as águas e as dunas colocam este pôr do sol na lista dos mais bonitos do Brasil. Você provavelmente ficará ainda mais encantado pela magia de Alter do Chão depois dessa experiência.

Para chegar na ponta do Cururu é preciso ir de barco ou lancha, saindo de Alter do Chão. Pode ser um passeio de dia inteiro, finalizando com o pôr do sol. Ou, apenas para aproveitar o final da tarde. Aos aventureiros, uma trilha ao topo do Morro da Piraoca entregará uma paisagem de tirar o fôlego da praia.

O lugar ainda conta com infraestrutura completa para os viajantes aproveitarem o momento com petiscos e drinks. É um momento para apreciar a natureza, relaxar e se divertir. 

Pôr do Sol na Ponta do Cururu em Santarém no Pará
Reprodução: Tripadvisor

Veja o pôr do sol na ponta Cururu pela Civitatis

De Manaus a Santarém

Que tal navegar pelo Rio Amazonas e conhecer a floresta enquanto zigazeia pelas águas à caminho de Santarém? São 36 horas de a bordo de um dos mais populares meios de transporte na Amazônia. A embarcação sai de Manaus para Santarém e você pode escolher o tipo de alojamento. Dá para ficar em um rede, ou na cabine para duas pessoas com ar-condicionado e banheiro privativo. 

Barco que vai de Manaus a Santarém em passeio
Reprodução: Get Your Guide

Faça o passeio de Manaus a Santarém com a Get Your Guide

>>> Tem muito mais no nosso guia de viagem completo para Alter do Chão. <<<

Como chegar em Alter do Chão?

A chegada em Alter do Chão pode ser feita de pelo menos 3 formas. Cada uma das formas oferece uma revelação diferente durante o percurso. Nós optamos pela ida via Belém, para subir o rio Amazonas até chegar em Santarém. A experiência foi incrível, nos sentimos adentrando pela amazônia como verdadeiros exploradores. O caminho de Santarém até Alter do Chão pode ser feito de transfer, táxi e ônibus de linha. 

A segunda opção para chegar em Alter do Chão é via Manaus. Esta costuma ser a mais clássica, lá em Manaus você pegará uma embarcação para descer o Amazonas até Santarém. Por fim, é possível pegar um voo até Santarém, para então encarar os 40 quilômetros até Alter do Chão. 

Para ajudar na escolha de como chegar em Alter do Chão, considere o seu perfil como viajante. Além disso, vale a pena colocar em perspectiva as experiências oferecidas por cada opção. Uma coisa é fato, navegar pelo Rio Amazonas é uma experiência inesquecível, deve ser vivida pelo menos uma vez na vida.

Quantos dias devo ficar em Alter do Chão?

É sempre um desafio pensar quantos dias ficar em um destino, não seria diferente em Alter. A região é incrível, oferece uma variedade de passeios e são muitas paisagens incríveis para serem apreciadas. O legal de Alter do Chão é que você receberá o melhor dele se ficar 3 dias, 7 dias e até 15 dias. É isso mesmo! O importante é saber aproveitar, independente dos dias que conseguir viajar.

Claro, se a ideia é relaxar com tranquilidade nas águas doces dos rios de Alter, é melhor ficar pelo menos 5 dias. Nestes dias, você pode explorar as ilhas de Alter do Chão, ir à Floresta Nacional dos Tapajós e conhecer a cultura local.

O que levar para Alter do Chão?

Alter do Chão é muito calor, então leve roupa leves, mas não esqueça o protetor solar, óculos escuros e chapéu. Além dos cuidados básicos com o sol, é importante levar repelente, e, caso seja alérgico a picadas, leve o seu antialérgico. Como as noites podem ser um pouco mais fresquinhas, e os passeios nas florestas também, coloque um casaquinho leve na mala. 

Os calçados precisam ser confortáveis para andar por trilhas, mas também não esqueça dos seus chinelos. Ah, se possível, leve aqueles sapatos emborrachados para entrar nas águas. E, garanta uma luz extra levando lanternas. 

Outra dica importante, leve dinheiro em espécie, os estabelecimentos quase não aceitam cartão de débito ou crédito. E, quando aceitam, o sinal de telefone às vezes não funciona. Na vila, você terá acesso a um caixa eletrônico.

Você sabia que no Pará, existem outros lugares bonitos para conhecer, além de Alter do Chão?! Clique aqui e confira.

Perguntas frequentes

Como chegar em Alter do Chão?

O percurso para Alter do Chão pode incluir avião, barcos e carros. É uma forma de você explorar a região de todos os lados. Clique aqui e saiba mais detalhes.

Aceitam cartão em Alter do Chão?

A maioria dos estabelecimentos de Alter não aceita cartão, por isso, esteja preparado com dinheiro em espécie. A vila possui um caixa eletrônico para sacar dinheiro. 

Onde fica Alter do Chão?

Alter do Chão é uma vila no município de Santarém, no Pará. A vila faz parte da Amazônia Legal e é um destino com praias fluviais incríveis. Além de proporcionar passeios em meio as florestas. Clique aqui e leia mais.

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

9 − 1 =

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE