O seu guia de viagem completo para Alter do Chão

Se você não abre mão de um bom turismo cultural e ecológico, Alter do Chão é uma ótima opção para conhecer.

Com atrações que vão desde manifestações típicas do povo paraense, até as belezas naturais que encantam nossos olhos, esse lugar tem uma energia mágica!

E tem programação para aproveitar por muito tempo, antes de você sequer pensar em mudar de roteiro. Tudo começa no momento em que decide conhecer esse lugar incrível e se estende por todo o tempo que resolver ficar por lá!

Conheça um pouco mais sobre Alter do Chão e venha entender porque nós nos apaixonamos por esse paraíso.

Por do Sol na praia do Cajueiro em Alter do Chão, Pará

Por do Sol na praia do cajueiro, atração imperdível em Alter do Chão. (Foto @temaiseme)

Por que viajar para Alter do Chão?

Para você começar a entender o poder de Alter do Chão, esse recanto paraense já foi considerado o Caribe brasileiro. E olha que nem mar existe por lá! Inclusive, ele já foi considerado um dos 10 lugares do mundo para se conhecer!

Então, vamos partir daí para que você compreenda os motivos de uma cidadezinha, localizada a mais de 700 km de Belém, ter ganhado o nosso coração.

Alter do Chão é banhada pelas águas mornas e calmas do Rio Tapajós e isso faz com que o lugar receba toda a influência da cultura ribeirinha, além de um desenvolvimento local bucólico e que valoriza a natureza amazônica.

Por isso, se a sua vibe é conhecer e imergir na cultura dos moradores, esse é um destino que vai te atender perfeitamente.

E, se o que você busca são paisagens paradisíacas e um ambiente que proporcione relaxamento e bem-estar, Alter do Chão também é o lugar certo.

Como chegar em Alter do Chão?

Se o lugar é um refúgio, espera-se que não seja tão fácil assim de acessar, certo? Mas, apesar de Alter do Chão ter todo um charme paradisíaco, existem 3 formas de chegar lá.

A primeira delas é ir de avião até Manaus e, de lá, descer o Rio Amazonas de barco até Santarém. De Santarém a Alter do Chão são apenas 40 km, que podem ser percorridos de transfer, táxi e, até mesmo, ônibus de linha.

A segunda maneira de chegar a Alter é voar até Belém e fazer o trajeto contrário: subir o Amazonas até chegar em Santarém. Essa foi a nossa escolha para poder vivenciar a amazônia do jeito amazônico de ser.

Essas opções envolvem a viagem de barco pelo nosso rio mais grandioso, que é, por si só, uma aventura para ser vivida. Os valores dependem não só do trajeto, mas do tipo de embarcação e classe. Neste caso, indicamos fazer o trajeto nas redes, Foi o que fizemos. 

A terceira, e última, maneira, é voar até Santarém, fazendo escalas caso seja necessário. Do aeroporto, você já consegue encontrar traslados até Alter, ou se preferir, alugue um carro e tenha mais comodidade para conhecer a região.

Melhor época para visitar Alter do Chão

Viajar é sempre bom em qualquer época do ano. Mas, em Alter do Chão os cenários se modificam conforme a temperatura da estação.

Lá, basicamente, há duas estações: seca e úmida. Na estação úmida, que é quando há maior incidência de chuvas, os rios podem ultrapassar os 15 metros, dependendo da intensidade das chuvas do ano.

O período de chuvas na região Amazônica é compreendido entre novembro e março, sendo que o período de seca é entre os meses de Maio e Setembro.

Porém, de maio a setembro, é quando os rios estão mais cheios após o longo período de chuvas.

Onde se hospedar em Alter do Chão?

Como nós já dissemos, Alter do Chão é o destino ideal para quem curte imergir na cultura amazonense. Tanto, que lá existem opções de hospedagem bem interessantes para quem curte esse tipo de turismo.

Inclusive, o voluntariado, em Alter, é muito valorizado. Você pode fazer um intercâmbio local, vivendo nas comunidades ribeirinhas em troca de realizar alguns trabalhos pontuais. Porém, também existem opções de hostels para quem deseja passear sem gastar muito. E se decidir viajar fazendo voluntariado, utilize o nosso cupom de desconto da Worldpackers!

Por fim, ainda existem hotéis e pousadas com o charme característico da Amazônia, para quem busca um pouco mais de conforto nos dias de lazer.

8 dicas para aproveitar Alter do Chão ao máximo!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre Alter do Chão, já sabe como chegar até lá e até como se hospedar nesse paraíso paraense, é hora de conhecer as atrações que tornam o lugar um destino perfeito.

A riqueza de estar no Pará é ter contato com uma cultura efervescente, que é vivida o tempo todo e que nos rodeia, nos incentivando a fazer parte daquele movimento.

Espere ter uma experiência cultural inesquecível em Alter do Chão. E, é claro, conhecer cenários que nunca mais sairão da sua memória.

Sairé

O Sairé é um festival típico e tradicional de Alter do Chão, que acontece no mês de setembro. Essa manifestação folclórica é uma das mais encantadoras do povo paraense.

Todos os anos, o festival mostra a disputa de dois botos, o Tucuxi e o Cor-de-rosa, personificando o folclore que conta essa história: um homem muito bonito que seduz as mulheres.

Com coreografias e encenações, você é levado pela fantasia tradicional brasileira.

Sairé, festividade tradicional onde os botos rosa e tucuxi competem em um lindo espetáculo folclórico (Fotos Santarém Tur)

Carimbó na praça

O carimbó é outra representação artística paraense caracterizada pela dança. Assistir a um show como esses é ser transportado para um mundo à parte, onde a beleza e a sensualidade se sobrepõem.

Assistir Carimbó na praça de Alter do Chão é uma das melhores atividades gratuitas da vila (Fotos Espaço Alter)

Ponta do Cururu

A Ponta do Cururu é um trecho fino de areia que se estende pela margem do Rio Tapajós.

Esse pequeno lugar se tornou um dos pontos turísticos mais disputados da vila de Alter do Chão porque, durante o pôr-do-sol, a paisagem que se forma é extraordinariamente bela.

O verde da floresta se mescla com o azul do rio e tudo é adornado pelos tons alaranjados do céu. É um passeio que precisa ser feito! Faça a reserva do seu passeio para ver o por-do-sol na Ponta do Cururu antecipadamente e garanta mais conforto em sua viagem.

Praia do Pindobal

A Praia do Pindobal é uma das preferidas de quem visita Alter do Chão, porque tem, realmente, um aspecto de praia, mas com aquela mansidão que apenas o Rio Tapajós é capaz de proporcionar.

Pela margem se espalham barracas e quiosques, com comidas típicas e deliciosas. E o entardecer também é um show! 

Vale a pena alugar uma lancha e fazer um passeio muito romântico pelo rio enquanto o sol se põe.

Rio Arapiuns

O Rio Arapiuns é um afluente do grandioso Tapajós e, incrivelmente, consegue ter praias e águas ainda mais límpidas e claras. Para chegar até esse pequeno pedaço de paraíso, é necessário realizar um passeio de lancha um tantinho longo, de cerca de uma hora e meia.

Por lá, conhecemos as comunidades ribeirinhas, um dos maiores destaques da região. Por isso, fizemos questão de visitar as três comunidades locais: Atodi, Anã e Arimum. As três fazem parte da Turiarte, associação criada pelos ribeirinhos para trabalhar com turismo comunitário e o artesanato tradicional da região feito com palha de tucumã. 

Com certeza, vale a pena conhecer!

Artesanato de palha de tucumã: típico das comunidades ribeirinhas do rio Arapiuns (Fotos @temaiseme)

Mercado 2000

Esse é um destino que fica na cidade de Santarém, que é onde também se localiza a vila de Alter do Chão. Mas, vale a pena entender porque um mercado está entre as atrações que nós indicamos que vocês conheçam.

Afinal, você só vai ter um gostinho do que é o Pará, se visitar o Mercado 2000. E estamos falando literalmente.

Esse enorme conglomerado de barracas e quitutes típicos da culinária amazonense é uma versão compacta do enorme Mercado Ver-o-Peso, que já falamos em nosso artigo completo sobre o Pará.

Floresta Nacional do Tapajós

Por fim, visitar a Floresta Nacional do Tapajós é quase uma obrigação para quem está em Alter do Chão. São mais de 500 mil hectares de fauna e flora amazônica preservadas.

Todos os brasileiros deveriam conhecer esse pedaço de Brasil. Afinal, nada é mais nosso do que a Amazônia e é essencial que nós tenhamos acesso e conhecimento sobre como os povos da floresta – indígenas e ribeirinhos – vivem em conexão com esse lugar.

Viver a floresta e respirá-la é uma oportunidade que não deve ser perdida.

Igarapés e árvores centenárias fazem parte do cenário da FLONA do Tapajós (Fotos @temaiseme)

Quanto custa viajar para Alter do Chão?

Alter do Chão é um lugar que atende as possibilidades de turistas de diversos perfis, inclusive aqueles que viajam de maneira mais econômica.

Como o local conta com apenas 01 caixa eletrônico, é bem importante levar dinheiro em espécie para a viagem, mesmo que o comércio local e restaurantes aceitem cartões. 

E como dissemos anteriormente, existem diversos tipos de hospedagem. Em Alter do Chão, você poderá encontrar alternativas de redário por pelo menos R$50,00 por pessoa, hostel por no mínimo R$100,00 em dormitório compartilhado, pousadas e hotéis com diárias entre R$200 e R$400.

Já os passeios costumam depender do gosto de cada um. Porém, como média, qualquer passeio de barco começa entre R$100 a R$130, dependendo sempre do número de pessoas embarcadas. 

Quanto tempo ficar em Alter do Chão?

Para poder aproveitar tudo que Alter do Chão tem para te oferecer, o ideal é se programar para passar alguns dias nesse recanto.

Considere um período para poder relaxar, outro para curtir Santarém e, ainda, mais um para poder explorar a Floresta Nacional do Tapajós.

Por isso, que tal se organizar para ficar pelo menos 5 dias nesse verdadeiro paraíso?

Vale a pena visitar Alter do Chão?

Certamente, visitar Alter do Chão vale a pena demais! Afinal, esse é um dos refúgios que nos faz ficar encantados e verdadeiramente deslumbrados sobre a beleza da natureza e da floresta.

Ver aquela imensidão de areia branca, lembrando as praias do Caribe, já é uma experiência única. Mas se lembrar de que você está à margem de um rio, faz com que tudo se torne ainda mais mágico!

Coloque Alter do Chão entre as suas opções de viagem. Com certeza, você voltará de lá completamente encantado, como nós voltamos!

Confira mais fotos de Alter do Chão

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × um =

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE