Início > Brasil > Bocaina do Farias, Chapada dos Veadeiros: dicas para você conhecer o cânion brasileiro

Bocaina do Farias, Chapada dos Veadeiros: dicas para você conhecer o cânion brasileiro

Bocaina do Farias é mais um dos pontos impressionantes no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Por aqui, você adentra em um dos poucos cânions acessíveis aos visitantes, mas se prepare, o visual vai te surpreender. 

O brilho da luz solar nas rochas e águas oferecem cenários distintos a depender da hora do dia. Além disso, tem o contraste da grandiosidade dos paredões e tranquilidade das águas cristalinas. É um passeio para ser realizado com calma, acompanhado de guias credenciados. 

A trilha para Bocaina foi a nossa primeira na Chapada dos Veadeiros, clique aqui para assistir alguns dos nossos vídeos durante esta aventura. Confira as 7 dicas que separamos para o passeio na Bocaina do Farias. 

Neste post tem:

O que é o Bocaina do Farias?

Bocaina do Farias é uma formação geológica de milhões de anos, na Serra Geral do Paranã. O nome Bocaina vem do Tupi e significa ‘garganta’, ou ‘lugar onde há fontes de água’. Também conhecido como Buraco do Farias, é nesta área que nascem dois rios da região, o Faria e o Farinha. As águas são límpidas, passam pelos rios, piscinas naturais e belas cachoeiras. 

Além disso, é em Bocaina do Farias que você encontra as grutas e os cânions da Chapada dos Veadeiros. O visual é singular, com paredões se estendem por cerca de 50 metros. Siga os olhos da água até o céu e fique fascinado pela grandiosidade dos paredões deste cânion.

Além da altura, o percurso dos paredões chega a 800 metros, na trilha passe pelo rio Faria e encontre a Cachoeira Toca da Andorinha. É preciso ter um mínimo de preparação física para realizar a trilha completa, com duração de 6 quilômetros. Por fim, lembre-se que o passeio só acontece na companhia de guias credenciados.

Marcelo sentado em pedra no meio da fenda da bocaina do farias. Bocaina do Farias.
Bocaina do Farias é um dos atrativos mais vazios da Chapada dos Veadeiros (Foto @temaiseme)

Onde está localizado?

Bocaina do Farias fica na Chapada dos Veadeiros, na altura da cidade de São João d’Aliança, em Goiás. Bocaina está a cerca de 54 quilômetros de São João d’Aliança, porém é preciso saber que nem todo o trajeto é pavimentado. O acesso de terra dura quase 30 quilômetros e pelo menos 2 quilômetros só devem ser encarados por um veículo 4×4.

Confira a distância de outras cidades para Bocaina do Farias, Chapada dos Veadeiros:

  • 46 km, de Alto Paraíso de Goiás;
  • 78 km, de São Jorge;
  • 132 km, de Cavalcante;
  • 208 km, de Brasília;
  • 410 km, de Goiânia;
  • 663 km, de Palmas – quando fomos conhecer Bocaina do Farias, voamos de Palmas para Alto Paraíso, o voo durou aproximadamente 1hora. 

>> Quer saber o que fazer na Chapada dos Veadeiros? Confira o nosso post com boas dicas para aproveitar a Chapada. <<

Qual a melhor época para ir?

Os passeios em Bocaina do Farias, Chapada dos Veadeiros, acontecem ao ar livre, em trilhas de terra, água e pedras. Para aproveitar bastante, mantendo a segurança nas caminhadas, a melhor época para ir a Bocaina do Farias é no período de seca. Sendo assim, são os meses de maio a outubro. É uma forma de driblar a temporada de chuvas e os desafios criados pelas águas durante as trilhas na Chapada.

Como chegar para visitar?

Para chegar na Bocaina do Farias, é preciso realizar uma trilha de terra, após a chegada de carro na Sede da Fazenda. O trajeto tem aproximadamente 3,5km, com grau médio. No geral é uma descida, com alguns trechos íngremes, o que significa que o retorno terá mais subidas.

Este é um passeio realizado apenas com guia especializado e credenciado. Quer conferir o que te aguarda em Bocaina do Farias? Então confira o vídeo com um pouco da nossa experiência.

Dicas para visitar Bocaina do Farias

Contrate um guia credenciado

Para entrar na Bocaina do Farias, é preciso contratar um guia credenciado. O valor da entrada é de R$40 e o valor do guia é negociado com ele mesmo.

Os grupos costumam ser de 6 a 8 pessoas. Este cuidado é essencial para preservar a natureza e também evitar acidentes nas trilhas. O caminho até a Bocaina tem muitas curvas, bifurcações e não são sinalizadas – na estrada e na trilha -, então, não vá sem guia.

Respeite a natureza

Você já sabe, mas é sempre bom lembrar: respeite a natureza! Obedeça à orientação dos guias para evitar danos na natureza e manter a sua segurança. Nada de se empolgar e subir onde não deve, muito menos pegar algo do lugar para levar como lembrança. Não importa se é plantinha ou pedra pelo caminho. Leve apenas boas memórias, histórias e algumas fotos.

Coloque roupas e sapatos confortáveis e seguros

Para passar menos perrengues em uma trilha é preciso estar preparado, por isso, invista em roupas leves, mas confortáveis. E, dê preferência para sapatos antiderrapantes, não vá de chinelo ou sapatos que saiam facilmente do pé, a trilha é bem irregular. Até uma galocha pode ser interessante, para molhar menos os pés. 

Inclusive, devido à possibilidade constate de se molhar, leve roupa extra para uma possível troca. E, se estiver com meias, leve outras secas para não ter que ficar com elas molhadas durante todo o trajeto. Vale a pena levar uma mochila com todos os utensílios e troca de roupa. 

>> Você sabia que a Columbia Sportswear tem roupas para trilhas de alta performance? E, para completar, nós temos cupom de desconto. Então, clique aqui e confira os detalhes. <<

Use repelentes, protetor solar

O uso de repelentes é importante, principalmente se você tiver alguma alergia à picadas. Neste caso, melhor colocar na mochila: uma pomada e um remédio antialérgico, só para garantir. O protetor solar também deve ser usado, afinal de contas, você está indo em uma época de seca no cerrado. Uma dica extra é usar ambos de produtos naturais, para evitar que toxinas sejam transferidas para as águas. 

Proteja seus pertences da água

O passeio na Bocaina do Farias, Chapada dos Veadeiros, tem rios, cachoeiras e trechos que você vai se molhar. Por isso, leve protetores para documentos e afins. No caso do celular, invista naquela proteção à prova d’água. Inclusive, deixe um saquinho com seus documentos, incluindo informações importantes sobre tipo sanguíneo e contato para situações emergenciais.

Leve lanche e água

O lanche e a hidratação durante o percurso são essenciais, não estão inclusos em nenhum passeio. Então, organize a sua ‘lancheira’ na mochila. O mais indicado são lanches leves, frutas e até sucos ou isotônicos. A água também é essencial. 

Recolha o seu lixo

Não deixe lixo pelo caminho, tenha em mãos um saquinho para recolher todo o lixo produzido. Parece um detalhe bobo, mas faz toda a diferença. Lembre-se que você está indo para um passeio em uma área natural restrita e bastante afastada.

Não dá para simplesmente largar seus resíduos sólidos por lá, inclusive os orgânicos. Nada de deixar as cascas de banana ou frutas por lá, os habitats são diferentes. 

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros?

Uma dica de onde ficar na Bocaina do Farias, Chapada dos Veadeiros, são as cidades próximas e com infraestrutura turística. Por exemplo, Alto Paraíso de Goiás, além dela, Cavalcante e São Jorge, para te ajudar, escrevemos um post com uma seleção especial.

>>> Confira nosso post sobre as melhores acomodações na Chapada dos Veadeiros.<<<

Pousada Raizando Ecologia Humana na Chapada dos Veadeiros em Alto Paraíso, Goiás, com uma casa bem no meio do mato durante a noite. Bocaina do Farias

Perguntas Frequentes sobre Bocaina do Farias

Onde fica Bocaina do Farias?

Bocaina do Farias é uma área na Serra Geral do Paranã, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Está mais próxima da entrada pelo município de São João d’Aliança. Leia mais.

O que fazer na Bocaina do Farias?

O passeio na Bocaina do Farias é para quem gosta de realizar trilhas e apreciar a natureza. Tem mergulhos, banho de cachoeira e até rapel e canoismo. É ideal para sentir a vibração do meio ambiente e toda a sua beleza. Saiba mais.

Onde ficar na Bocaina do Farias?

Uma dica é se hospedar em Alto Paraíso de Goiás e organizar o passeio para Bocaina do Farias em seu roteiro. A cidade está um pouco distante, mas é a que possui boas opções de acomodação, bem como Cavalcante e São Jorge. Clique aqui para mais detalhes. 

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 + quinze =

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE