O que fazer em Belém – 12 dicas imperdíveis do que fazer na capital paraense

Turismo no Pará é tão cheio de riquezas culturais e gastronômicas, que se você não tiver um roteiro de o que fazer em Belém, tem chance de deixar escapar experiências incríveis.

Isso porque a cidade é cheia de história, pontos turísticos e atividades encantadoras!

Além disso, as pessoas locais que são extremamente boas de conversa, te garantem algumas boas horas de entretenimento. E acredite, esse bate papo sempre vai te levar a alguma indicação incrível.

Pelo menos, foi isso que aconteceu com a gente!

É por isso que nós conseguimos criar um roteiro lindo, com dicas imperdíveis de passeios na capital paraense, que gostaríamos de dividir com vocês.

Bora?

O que fazer em Belém durante o dia

Se você quer investir em uma viagem que irá te trazer lembranças por toda a vida, que tenha gastronomia, música, ecoturismo e história, está no lugar certo. Isso é porque nós somos verdadeiramente apaixonados pelo Pará!

Inclusive, já fizemos questão de dividir com vocês algumas das nossas experiências nessa terra de gente forte, bonita e inteligente. E a capital paraense é um verdadeiro paraíso para quem quer fazer uma viagem completa!

Por isso, nós organizamos a nossa sugestão de roteiro com atividades ideais para você fazer durante o dia e durante a noite. Vamos começar pelos dias claros, de sol quente e calor gostoso!

Mangal das Garças

O Mangal das Garças é a nossa primeira dica de o que fazer em Belém durante o dia e começamos por ele por um motivo muito justo: a riqueza da biodiversidade paraense.

Essa é uma área verde, que fica em um espaço criado na Cidade Velha, e que reproduz os principais ecossistemas do Pará, que são as regiões de terra alagada, firme e os campos.

E o nome também não foi escolhido à toa: as garças são presença garantida no lugar.

O parque do Mangal das Garças é gratuito para visitação, com algumas atividades incríveis, como o Mirante do Rio, que te garante lindas fotos com a vista do Rio Guamá.

Lá dentro você também pode visitar o borboletário, mas é preciso recolher uma taxa de preservação do projeto.

E, por fim, se quiser almoçar com uma vista incrível, aproveite o Manjar das Garças, o restaurante buffet exclusivo do parque, com comidas típicas e deliciosas.

Diversidade de animais e aves no Mangal das Garças (Fotos @temaiseme)

Ilha do Combu

Ah… A Ilha do Combu!

Para quem quer conhecer a verdadeira essência paraense, deve incluir esse passeio no roteiro de o que fazer em Belém.

Saindo de barco da capital, em alguns minutos você é transportado diretamente para o seio da floresta amazônica.

Isso porque a Ilha do Combu fica bem no coração da mata e os pontos de visitação sempre têm uma vista incrível do rio ou das árvores.

A Ilha do Combu é um lugar tão incrível, que mereceu um review só pra ela. Você pode conferir todos os detalhes da Ilha do Combu num artigo especial que fizemos só pra ela.

Ilha do Combu: um dos passeios preferidos dos belenenses aos finais de semana (Fotos @temaiseme)

Museu Emílio Goeldi

Um lugar que nos organizamos para ir e que tínhamos enorme expectativa de ser um dos passeios mais incríveis em Belém, foi o do Museu Emílio Goeldi. 

Porém, saímos de lá tristes e frustrados.

Para nós, turismo é algo que envolve elevar a cultura de um lugar, mas sem abrir mão da preservação e do respeito pelo meio ambiente. E foi exatamente isso que nos decepcionou no Museu Emílio Goeldi.

Quando estávamos criando o roteiro de o que fazer em Belém, nos deparamos com a proposta de conhecer esse lugar, que promete nos ensinar mais sobre a Amazônia do Brasil, incluindo um Parque de Zoobotânica lá dentro.

O que nós vimos foram animais silvestres, como onças e jacarés, expostos em jaulas minúsculas.

Não era essa a nossa expectativa e, por isso, resolvemos dividir com vocês.

Da mesma maneira que indicamos nossas experiências incríveis, também é importante falar sobre as frustrações.

Mercado Ver-o-Peso

Estar em Belém e não visitar o Mercado Ver-o-Peso é quase um crime cultural! Afinal, esse lugar efervescente é considerado um patrimônio brasileiro.

A enormidade de barracas organizadas na feira guarda verdadeiras riquezas em cores, sabores e crenças.

Aproveite para comer coisas deliciosas e, quem sabe, garantir uma garrafada ou uma poção mágica para te deixar mais animado e repor as energias. Não se esqueça de provar a iguaria local: peixe frito com açaí.

Até porque, agora começa a segunda parte do nosso roteiro!

Açaí com peixe frito e garrafadas. Experiências imperdíveis no Ver-o-Peso (Fotos @temaiseme)

O que fazer em Belém à noite?

Depois de passar o dia inteiro passeando, que tal curtir a noite quente de Belém em alguns pontos incríveis?

Prepare-se para passeios inesquecíveis, muitas risadas e fotos lindas sob o céu estrelado!

Carimbó em Icoaraci / Espaço Cultural Coisas de Negro

Voltando às coisas boas para se fazer no Pará, que tal queimar umas calorias e se divertir dançando carimbó em Icoaraci?

Essa cidade charmosa, que fica ao lado de Belém, é um dos principais redutos dessa expressão cultural típica do norte, que já foi declarado patrimônio cultural imaterial do Brasil.

E já que vai estar em Icoaraci, aproveite para visitar o Espaço Cultural Coisas de Negro.

As saias girando e o poder das batucadas é algo inesquecível, com um poder que dificilmente se sente em qualquer outro lugar do mundo.

Coisas de Negro: centro cultural em Icoaraci, distrito vizinho a Belém, onde carimbó rola solto a noite toda. (Fotos Coisas de Negro)

Feira do Açaí

E se nós dissermos que assistir barcos chegando e descarregando quantidades enormes de açaí pode ser um dos melhores passeios que você sequer imaginou ter?

Acredite, você vai concordar com a gente quando estiver na Feira do Açaí.

A premissa do passeio é exatamente o que falamos: a descarga do fruto, que chega da floresta para a cidade, onde irá alimentar toda a cultura e economia de Belém.

Mas é tão impressionante, que é impossível não ficar encantado.

Só que vale a pena uma ressalva: para nós, é turismo. Mas, para o pessoal que está lá descarregando o açaí, é trabalho.

Por isso, respeite o lugar e os trabalhadores. Ah! E chegue cedo… ou tarde. A feira começa logo às 5 da manhã.

Boteco Meu Garoto (cachaça de jambu)

A cidade é quente e é bom você se preparar para esquentar também. Afinal, não tem como evitar o Boteco Meu Garoto, quando estiver criando o seu roteiro de o que fazer em Belém.

A tradicional cachaça de jambu com seu ativo que causa dormência na língua é o que atrai os turistas e, depois de provar, conseguimos compreender de onde vem tanta energia!

Cachaçaria Meu Garoto, há mais de 20 anos tradição e referência em Cachaça com Jambu (Fotos Meu Garoto)

Estação das docas

Uma das sugestões mais lindas de o que fazer em Belém, é visitar a Estação das Docas durante o fim de tarde e curtir o pôr-do-sol do Pará, que também deveria ser tombado como patrimônio da humanidade.

A Estação fica na baía do Guajará e é um complexo comercial que une artesanato, gastronomia e exposições culturais.

Por isso, aproveite o fim do dia se refrescando com uma cerveja geladinha, enquanto se despede do sol, renovando a promessa de mais passeios quando ele voltar ao céu.

Estação das Docas, um dos pontos turísticos mais visitados de Belém (Foto @temaiseme)

O que fazer em Belém para aproveitar a gastronomia local?

Algo que vale a pena organizarmos em um roteiro à parte de o que fazer em Belém, é o tour gastronômico da cidade.

Aqui, nós queremos dividir com vocês 4 verdadeiros “achados” entre a infinidade de opções de Belém, que vão encher a sua boca d’água.

Sorveteria Cairu

Quando ainda estiver na Estação das Docas, antes de dar tchau para a noite de Belém, dê uma paradinha na Sorveteria Cairu.

Lá estão reunidos os melhores e mais deliciosos sorvetes feitos com frutas amazônicas.

É impossível comparar o sabor encontrado nesse lugar com qualquer outro. O açaí raiz do norte, a acidez deliciosa do cupuaçu, o poderoso cajá…

Difícil vai ser escolher um sabor só!

Sorveteria Cairu, destaque para os sabores feitos com frutas amazônicas como açaí e taperebá (Fotos Sorveteria Cairu)

Restaurante Portinha

Outra sugestão que você deveria considerar, é o Restaurante Portinha. Afinal, onde mais você consegue encontrar salgados com recheios tão incomuns, como, por exemplo, uma esfiha de pato?

Só em Belém!

E além dessa iguaria que já falamos, no Portinha você também poderá provar o delicioso bolo de chocolate com cupuaçu, entre outras delícias que são preparadas diariamente.

Carne de Sol Picuí

Se você quer comer uma carne de sol deliciosa, precisa ir até o Carne de Sol Picuí. O restaurante é incrível, bem como o atendimento, e a comida é maravilhosa!

Em nada fica devendo aos vizinhos nordestinos e te permite ter um gostinho (delicioso, diga-se de passagem) da culinária deles.

Vale a pena considerar o restaurante para, pelo menos, uma de suas refeições em Belém.

Remanso do Peixe

Por fim, um último lugar que indicamos que você conheça na capital paraense, para poder se deliciar com as iguarias culinárias belenenses, é o Remanso do Peixe.

Como o nome indica, esse é um restaurante especializado em peixes, com as inigualáveis caldeiradas paraenses e as moquecas com sabor único.

Vale um adendo a respeito do ambiente, que é tão delicioso quanto a comida, com ótimo atendimento.

E experimente os drinks! Você terá uma nova experiência em bebidas, que unem as cachaças da terra com as frutas típicas.

Remanso do Peixe – ambiente simples, acolhedor e comida deliciosa (Fotos Remanso do Peixe)

Vale a pena criar um roteiro de o que fazer em Belém?

Se você quer absorver, nem que seja um pouquinho, desse encanto do norte, que se espalha pelo ar paraense, sem deixar escapar nenhum detalhe, com certeza vale a pena criar um roteiro de o que fazer em Belém.

Afinal, o Pará é um dos estados mais incríveis de se conhecer nesse nosso Brasil. E como você pôde notar, são diversas atividades, que te fazem querer ficar lá por muito mais tempo além do programado.


Blogagem Coletiva #atraçõesimperdiveis

Este post faz parte da Blogagem Coletiva. Uma iniciativa de blogueiros de viagem que visa promover a divulgação de atrações imperdíveis ao redor mundo. Confira os outros artigos.

Principais pontos turísticos de Barcelona: atrações imperdíveis Viagem e Cura

Atrações Imperdíveis em Zurique: Os 21 MELHORES Pontos Turísticos – Oncotô Travel

Atrações imperdíveis em Valladolid, EspanhaDe Lugar Nenhum

Atrações imperdíveis em Tarragona, EspanhaViajante Colorido

Atrações imperdíveis em Pipa, Rio Grande do NorteVamos viajar pra onde agora                                   

O que fazer em Santos – 14 passeios imperdíveisEntre Mochilas e Malinhas

O que fazer na Namíbia – atrações imperdíveis!Experiência Barbara

Koh Phi Phi: Quais as Atrações Imperdíveis deste Paraíso em Krabi?Viajando com Moisés

As melhores atrações de BudapesteDestinos Por Onde Andei…

O que fazer na Filadélfia em 1 dia: bate-volta de Nova York ou WashingtonLet’s Fly Away

O que Fazer em Arraial do Cabo: Roteiro de 3 diasUma Viagem Diferente

O que fazer e onde ficar no Cairo: 20 atrações imperdíveis na cidade dos mil minaretesBlog Elizabeth Werneck

O que fazer em Montevidéu: 10 atrações imperdíveis6 Viajantes

O que fazer em Taormina: atrações imperdíveis – Recordações de Viagens

Atrações imperdíveis no Caminhos de PedraViajando com Sy


VEJA TAMBÉM

16 COMENTÁRIOS

  1. Estou doida para conhecer Belém! Meus sogros já foram duas vezes e sempre dizem que é mesmo um lugar incrível no Brasil, e a cada post que leio fico com mais vontade de passear por lá – aliás, mais vontade de conhecer o norte do Brasil, tão rico culturalmente e tão diferente do sudeste.

    • Belém é uma cidade incrível mesmo Cinthia. Seu sogros estão cobertos de razão. Espero que nosso artigo te ajude na organização da viagem 🙂

  2. O que mais me encanta nesses lugares é a gastronomia. Amo experimentar tudo, restaurantes são minhas atrações imperdíveis nos lugares que visito e Belém me agradou bastante

  3. Há horas eu “namoro” um roteiro por algumas cidades do norte do país, incluindo Belém. Essa viagem só ainda não saiu do papel por causa do preço da passagem aérea, pois moro no extremo sul do país.
    Tuas sugestões do que fazer em Belém enriqueceram ainda mais meu planejamento.
    Ah, e obrigada por compartilhar a opinião sincera sobre o Museu Emilio Goeldi. É muito importante ter esse tipo de informação.

    • Feliz em ajudar Helen. Belém é uma cidade encantadora, com certeza você vai curtir bastante. E com relação ao Emilio Goeldi é uma questão de gosto. Pra gente zoológicos não são lugares legais e por isso não recomendamos.

  4. Adorei saber mais sobre o que fazer em Belém, este destino me atrai e fascina, com suas fotos e dicas ainda mais. As primeiras coisas que quero fazer quando puder visitar Belém é ir ao Mercado do Peso e comer um prato com Jambu, espero gostar da dormência na boca, rsrs.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × 5 =

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE