Passeio para a Flona do Tapajós, em Alter do Chão – Como ir, Quando e com Quem

A Floresta Nacional do Tapajós é carinhosamente conhecida como Flona do Tapajós e fica em Belterra, próximo de Alter do Chão. A Flona do Tapajós é uma importante unidade de conservação no Pará, e oferece passeios perfeitos para se conectar com a natureza.

Há uma infinidade de passeios para explorar a floresta de forma sustentável, e participar de experiências incríveis. Os viajantes entram em contato com as comunidades, tribos indígenas e se envolvem com a cultura da região e seus moradores. Além das trilhas, há passeios em canoas pelos rios, há até passeios noturnos para observar jacarés. 

Nesse post você saberá mais sobre a Flona do Tapajós e quais as agências autorizadas a realizarem os passeios. Além disso, conheça alguns dos principais passeios pela floresta e o nível das trilhas. 

Nesse post tem:

O que é a Flona do Tapajós?

A Flona do Tapajós é o apelido dado para a Floresta Nacional do Tapajós, uma unidade de conservação (UC) federal brasileira. Ela fica em Belterra, no Pará, com uma área maior 540 mil hectares e mais de 160 quilômetros de praias fluviais. E você pensando que praia só tinha no mar! 

A área é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e há uma predominância de espécies nativas. A UC possui programas que integram as comunidades locais para uma convivência sustentável com a natureza. Cerca de 1.050 famílias estão distribuídas nos arredores da UC. E, ao longo do rio Tapajós, existem as comunidades e aldeias indígenas da etnia Munduruku. 

Um grande tronco e raiz de samaúma na Floresta Nacional do Tapajós, a Flona, algumas pessoas passam ao lado dela durante uma visita
Reprodução: Civitatis

Onde fica a Flona do Tapajós em Alter do Chão?

A Flona do Tapajós está ao sul de Alter do Chão e Santarém, no município de Belterra. Inclusive, Santarém é considerado o principal centro urbano nas proximidades da Flona, seguido por Alter do Chão. Para chegar em Flona do Tapajós você deverá ir para Santarém ou Alter Chão.

Você chega em Santarém via aérea, de cidades como Itaituba/PA, Altamira/PA, Manaus/AM, Belém/PA e Brasília/DF. Também há a viagem fluvial, as embarcações saem de Manaus, Macapá, Itaituba, Altamira e Belém. 

De Santarém até a Flona do Tapajós é preciso pegar a Rodovia BR-163, dá para ir de transporte coletivo ou alugar um veículo. A outra opção é ir de barco pelo rio Tapajós, também há opção de saída de Alter Chão.

Está procurando um lugar para se hospedar em Alter do Chão?! Clique aqui e confira uma seleção com boas opções.

Cabanas, palafitas na Floresta Nacional do Tapajós em Alter do Chão
Reprodução: Civitatis

Como é o passeio

O passeio pela Flona de Tapajós é repleto de experiências com as comunidades locais, povos indígenas, além do contato com a gastronomia típica. Para completar, as trilhas revelam uma infinidade de espécies na flora e fauna. Ainda há passeios pelos rios que adentram a floresta. É um passeio para quem deseja se conectar com a natureza e quer conhecer mais sobre as nossas florestas. 

Clique aqui para conhecer os passeios inesquecíveis que pode fazer em Alter do Chão.

O que tem interessante lá?

Os cenários na Flona são inesquecíveis, você sentirá a floresta em uma intensidade única. Além disso, conhecerá espécies grandiosas como a gigante sumaúma, os povos indígenas chamam ela de árvore da vida. Ela é tão larga que é impossível abraçá-la por completo.

O passeio com um guia é enriquecedor, ele explica os nomes das plantas e suas funções. Além disso, você pode interagir com as comunidades locais e, se quiser, pode até pernoitar na floresta. Algumas comunidades oferecem acomodações para os turistas, basta reservar. 

A Flona de Tapajós oferece nove experiências distintas, organizadas por comunidades e informando os níveis das trilhas. Logo abaixo você confere algumas informações desses passeios:

Terra Rica

Esse passeio possui uma trilha interpretativa de Terra Rica, com dificuldade de leve a moderada. A trilha conecta as áreas das comunidades de Maguari e Jamaraquá, durante o percurcurso aprecie a fauna e uma bela visto do rio. Ouça a história do local e faça uma parada no Seringal.

Comunidade de São Domingos

Esse passeio é pela Trilha Selva do Curupira e tem dificuldade de moderada a difícil. Os passeios incluem as praias, navegação de canoa no rio Tapajós e pernoite na trilha. Ainda há pescaria com o comunitário. Ainda há vista de cipós, as grandes árvores no percurso e apreciação da fauna. Por fim, aproveite para ouvir as histórias contadas pelos contadores da comunidade.

Comunidade do Maguari

Esse passeio é pela Trilha vovó Samaúma a dificuldade é moderada a difícil. Os passeios incluem as praias, Ponta do Maguari, casa de farinha e árvores centenárias. Ainda há passagem pela serra do gato e apreciação do pôr-do-sol. A pernoite é na floresta acompanhada de histórias sobre o curupira e o boto.

Comunidade do Jamaraquá

Esse passeio é pela Trilha do Piquiá a dificuldade é moderada a difícil, e há opção de trilha intermediária. É um passeio para conhecer o encontro do Igarapé do Jamaraquá com o rio Tapajós. Ainda há parada na casa de farinha, para ver os cortes de seringa e apreciar os artesanatos da comunidade. Também tem passeio de canoa no igapó e rio Tapajós e, no passeio noturno, focagem de jacaré. A pernoite é na floresta.

Comunidade do Acaratinga

Nessa opção, são trilhas do módulo PPBio, focadas no turismo científico, a dificuldade é moderada a difícil. O percurso inclui as praias Ponta de Pedra, do Giz, de Acaratinga e do Jacó. Ainda há uma passagem pelo lago Caranatuba, além da visita à Reserva Jamaratinga. Os passeios de canoas são ideias para admirar a fauna e flora. 

Comunidade do Jaguarari

É outra opção de percurso pelas trilhas do módulo PPBio, focadas no turismo científico, a dificuldade é moderada a difícil. A experiência inclui paradas nas praias, no lago do Mato Grosso e visualização de árvores grandes e da fauna. Além da travessia de canoa para a ponta da praia do Jaguarari, aproveite a caminhada até a serrinha. Nessa comunidade, há cerâmicas indígenas na praia ponta de pedras que merecem a atenção.

Comunidade de Piquiatuba

O passeio pela trilha da caverna boca do jacaré tem dificuldade fácil a moderada. Aproveite o passeio no igapó e no lago do Caraipal, além da cachoeira do Chururu e da biqueira queda d’água. No percurso, conheça a barreira do boto Orlando e as grandes árvores. Ainda há as estruturas de pedra na caverna e as cerâmicas da comunidade. Em novembro, você pode aproveitar o festival do açaí.

Comunidade do Marai

Nessa opção, as trilhas são passam pelo lago do Marai, com um momento de histórias locais e festas religiosas, dependendo da temporada.

Aldeias Bragança e Marituba

As trilhas nas aldeias são de fácil a moderada, as principais são: trilha da sumaúma, trilha da Ferrugem e trilha do mirante. São trilhas com canoagem, visualização da fauna e flora, além de presenciar rituais indígenas. Também há parada na casa do curupira e visualização de estrutura de pedras e grafismo. 

Tenho que comprar ingresso para o passeio?

Não é preciso comprar ingresso para entrar na Flona do Tapajós, porém, todos os visitantes devem registrar a entrada. Os grupos de até 10 pessoas não precisam solicitar autorização para conhecer Flona do Tapajós. Contudo, se o grupo quiser adentrar as áreas de manejo florestal, é preciso solicitar autorização cinco dias antes.

Os grupos maiores de 10 pessoas precisam de autorização para entrar em qualquer área da Flona do Tapajós. Para facilitar a sua ida a floresta você pode reservar um tour de 1 ou 2 dias pela Civitatis com mínimo de 5 pessoas. Você conhecerá o local de barco ou de lancha. Há possibilidade de pernoitar a bordo de um barco com um camarote duplo com banheiro privativo, no caso do passeio de 2 dois dias. O roteiro da viagem é bastante completo proporcionando uma experiência única.

Conheça FLONA do Tapajós. Reserve o seu passeio com a Civitatis.

Quando ir para Flona do Tapajós?

A Flona do Tapajós está aberta para visitação durante todo o ano. Porém, algumas estações do ano são mais propícias para o passeio, principalmente por conta das chuvas. Afinal de contas, muitos passeios são trilhas. No verão regional, de julho a dezembro, as chuvas são escassas e você poderá usufruir das praias que surgem no Rio Tapajós. As prais fluviais são um dos grandes atrativos do Flona. 

O horário de funcionamento do Flona do Tapapós é das 8h00 às 18h00. Você pode escrever um e-mail para contato é o [email protected] e pedir mais informações. 

Passeio de canoa pelo rio em Flona do Tapajós uma mulher e um homem remam durante o dia
Reprodução: Civitatis

Com quem ir para Flona em Alter do Chão?

Neste passeio em Flona do Tapajós pela Civitatis é necessário que, no mínimo, 5 pessoas participem desta aventura. Você pode chamar namorado(a), amigos, colegas que curtam a natureza e querem conhecer melhor Brasil. Vale também para uma família que deseja uma experiência diferente. O passeio alguns itens inclusos e outros não, para saber mais clique no link abaixo.

Conheça FLONA do Tapajós. Reserve o seu passeio com a Civitatis.

Perguntas Frequentes

O que fazer em Flona do Tapajós?

Na Flona você vai relaxar e se conectar com a natureza, além disso, aprenderá a importância da floresta em nossas vidas. Também é o lugar para conhecer comunidades locais, tribos indígenas e descobrir que existe todo um mundo lá fora. Aproveite as trilhas, a gastronomia típica, as navegações nos rios e as histórias contadas pelos moradores. Clique aqui e saiba mais.

Flona do Tapajós é grátis?

Sim, a Floresta Nacional do Tapajós tem entrada gratuita durante todo o ano, mas para aproveitar melhor o local a Civtatis oferece um passeio completo de 1 a 2 dias na floresta. Clique aqui e saiba mais sobre como entrar na Flona.

Onde fica Flona do Tapajós?

Fica próximo de Alter do Chão e Santarém, no Pará. Toda a natureza conservada e preservada da floresta merece a sua atenção. Clique aqui e saiba como chegar em Flona do Tapajós.

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + quatro =

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE