Mirante da Janela Chapada dos Veadeiros: a vista mais incrível da Chapada

Se tem um passeio que merece destaque dentro do nosso turismo ecológico, esse é a Trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros.

Aliás, que a Chapada dos Veadeiros é um lugar incrível, de beleza ímpar, isso nós já sabemos. Mas, como todo bom turismo de aventura e ecoturismo, alguns detalhes precisam ser comentados, para garantir que o seu passeio será tranquilo e que você vai aproveitar muito.

É claro, sempre protegendo a você mesmo e à natureza!

Para isso, nós preparamos esse guia exclusivo para te contar um pouco mais sobre a nossa experiência e tudo que você precisa saber para curtir o Mirante da Janela na Chapada dos Veadeiros da melhor maneira possível!

Vista do Mirante da Janela contempla as cachoeiras 80 e 120 (Fotos @temaiseme)

O que é o Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros?

O Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros é uma construção da natureza. A união de pedras forma uma verdadeira janela natural, que proporciona uma vista de 360° da vegetação e das belezas do lugar.

Basicamente, esse é um ponto específico que fica fora do Parque Nacional da Chapada, mas que, ao chegar até lá, é possível visualizar toda a região, incluindo as cachoeiras 80 e cachoeira 120 do Salto do Rio Preto.

Como chegar no Mirante da Janela?

Para chegar ao Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros, será necessário gostar de trilhas e muita aventura. Tudo isso, porque o lugar só pode ser acessado por uma estrada asfaltada de aproximadamente 40 km e mais 3 km de estrada de chão batido.

A viagem começa em Alto Paraíso, uma das cidades mais conhecidas e mais estruturadas da região da Chapada dos Veadeiros. Aliás, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi escolhido como o melhor dos parques de fauna, flora e formação rochosa nativa do Brasil e o 25° mais bonito do mundo.

Alugue um carro na Chapada dos Veadeiros e tenha mais comodidade em sua viagem

Fazendo a trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros

Quando chegamos na entrada da trilha, o coração já está a mil. Afinal, só o entorno já é de perder o fôlego e a expectativa para o que ainda veremos é enorme.

Por isso, vamos dividir as explicações sobre a Trilha do Mirante da Janela em duas etapas, considerando o grau de dificuldade para vencê-la. 

São 8 km de trilha, ida e volta, com alguns atrativos que, com certeza, você nunca mais vai esquecer. Afinal, nós não nos esquecemos.

Para ter um gostinho e se sentir participando ativamente dessa trilha inesquecível, dá uma olhadinha no vídeo que fizemos do trajeto!

Do Aeroporto dos Discos Voadores até a Cachoeira do Abismo

O Aeroporto dos Discos Voadores é o ponto inicial da nossa aventura. Lá você poderá deixar o carro estacionado e organizar os últimos detalhes para a trilha, como conferir se não está deixando nada para trás.

Antes de começar a trilha, é necessário recolher uma taxa de R$20*. Além disso, é fundamental que você tenha um guia turístico especializado para te orientar na jornada.

Esse primeiro trecho da trilha é relativamente tranquilo. O relevo não é tão difícil de ser transposto e a vista é muito bonita. Apenas o sol é escaldante, então não se esqueça do protetor e use chapéus e roupas próprias.

Porém, não demora muito para que você chegue ao primeiro ponto de beleza indescritível do passeio, que é a Cachoeira do Abismo. Com o sol quente e depois de uma bela caminhada, esse é o momento de se reenergizar. Dica: aproveite o momento de descanso para fazer fotos incríveis do reflexo que a cachoeira forma.

*valores em 2019

A cachoeira do abismo só é formada durante a época de chuvas (Fotos @temaiseme)

Da Cachoeira do Abismo até o Mirante da Janela

Aí começa a parte mais pesada da trilha. Quando saímos da Cachoeira do Abismo, o relevo começa a se tornar mais íngreme e as subidas entre as pedras começam a surgir.

Esse é um dos principais motivos para a contratação de um guia. Por mais que a trilha tenha indicações, como as rochas são muito parecidas, a chance de se perder no trajeto é enorme.

Além disso, a experiência desses profissionais te ajuda na hora de pisar nas pedras certas e evitar escorregões.

O último quilômetro é o mais difícil de ser vencido, pois é essa a subida que dará acesso ao mirante. Mas, apesar do cansaço, a expectativa é tanta que a vencemos com um sorriso no rosto.

Dúvidas frequentes sobre a Trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros

Por ter tantos detalhes e ser tão atraente para os turistas, a Trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros acaba despertando muita curiosidade e dúvidas.

Então, nós separamos as mais frequentes, que, inclusive, nós também tínhamos antes de realizar o passeio.

Sabendo a resposta para elas, será mais fácil para você se planejar.

Como tirar fotos no mirante da janela da Chapada dos Veadeiros?

Provavelmente, você deve ter visto diversas fotos de pessoas em cima da janela nas redes sociais. Inclusive em nosso vídeo acima, também subimos. 

Porém, de acordo com um estudo realizado em 2019 pelo instituto de Geologia da UFG, foi mostrada a importância de não fazer isso, já que as janelas são apoiadas entre si. 

Com o passar do tempo e o desgaste natural, ela se torna um risco enorme para as pessoas e com grandes chances de desabamento. Isso, certamente implicaria em perder um lugar tão bonito, sem contar o imenso acidente que poderia ocorrer.

Estudo UFG sobre a importância de não subir no mirante da janela

Cartaz do estudo da UFG mostrando a importância de não subir na janela (Foto @dicasdachapada)

Qual a melhor época do ano para visitar?

Viajar, principalmente para um lugar lindo como esses, vale a pena em qualquer época do ano. Porém, para poder aproveitar totalmente a trilha, incluindo visitar a Cachoeira do Abismo, o ideal é programar o passeio para o período entre outubro e abril.

Nesses meses há maior incidência de chuvas, o que forma o acúmulo de águas e a queda da cachoeira.

Qual o grau de dificuldade da trilha?

Como você já deve ter percebido, a dificuldade para fazer a trilha do mirante da Chapada dos Veadeiros é bastante grande. Logo, ela não é indicada para iniciantes nesta modalidade, já que é necessário escalar as pedras em alguns pedaços do percurso. 

Mas, apesar da dificuldade, o acesso melhorou bastante de quando fomos ao Mirante da Chapada, e atualmente, o local já conta com uma passarela de madeira, que facilitou o percurso, mas não diminuiu o grau de intensidade da trilha.

Mas, não desanime caso ainda não tenha muita experiência com trilhas. Essa é uma que vale a pena vencer, principalmente pela recompensa final, que é a vista da Chapada.

Para curtir a aventura com segurança e tranquilidade, lembre-se:

  • De usar protetor solar, pois o sol do cerrado é bem quente;
  • De usar calçados próprios para trilhas, como botas e tênis;
  • Leve bastante água, pois a trilha é puxada e cansativa;
  • Também leve alguns snacks rápidos, para repor as energias.

Vale acrescentar que há sinal de celular no Mirante. Por isso, lembre-se de levar o aparelho, caso seja necessário fazer alguma ligação emergencial.

Trechos da trilha do mirante da janela. A descida até a cachoeira do abismo requer bastante cuidado e um segundo trecho mais plano porém com muitas pedras soltas no caminho (Fotos @temaiseme)

Ter um guia durante o passeio é importante?

Um detalhe que precisa ficar muito claro é que, para realizar esse passeio, é essencial contar com os serviços de um guia especializado. Como a região é repleta de montanhas e formações rochosas, a chance de se perder é enorme. Por isso, não faça a trilha sem um guia. Além de incentivar a economia local contratando profissionais da região. Afinal, turismo sustentável também envolve geração de renda, né?

Nós indicamos os serviços do Wilson, da Aram Turismo, que foi quem nos levou por todo o caminho até o mirante. Sempre dando dicas sobre as paisagens e nos ajudando a vencer a trilha com tranquilidade e segurança, o Wilson é um profissional especializado e com extrema qualidade. Vale a pena contratá-lo.

Para quem a trilha do Mirante da Janela da Chapada é indicada?

Como nós dissemos, a trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros não é, exatamente, a mais simples das trilhas para ser vencida.

Com um relevo pedregoso e muitas subidas, esse é um trajeto cansativo e que exige um pouco de condicionamento físico, além de uma certa experiência nesse tipo de turismo.

Além disso, não há pontos de apoio com comidas e bebidas durante o trajeto. Por isso, lembre-se de levar água e lanches rápidos, que vão te ajudar a manter a energia, como barras de cereais e biscoitos.

Vale a pena fazer a Trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros?

Conhecer a Chapada dos Veadeiros é uma indicação que nós fazemos para todos os amantes de ecoturismo.

Afinal, é uma beleza da nossa terra, recheada de história e cultura, com uma exuberância que a natureza proporciona.

Aliás, todas as chapadas brasileiras valem a pena ser visitada e nós já falamos sobre isso quando visitamos a Chapada das Mesas. Vale a pena ler sobre essa nossa viagem também.

A Trilha Mirante da Janela da Chapada dos Veadeiros é uma aventura que merece ser vivida e que nunca sairá da nossa memória.


Blogagem Coletiva #Mirantes

Este post faz parte da Blogagem Coletiva. Uma iniciativa de blogueiros de viagem que visa promover a visitação e divulgação de mirantes ao redor mundo.

Castelo Montjuic em BarcelonaDe Lugar Nenhum

Teufelsberg: um Mirante diferente e histórico em Berlim – Oncotô Travel

O lindo Miradouro de Santa Luzia em LisboaDestinos Por Onde Andei…

Mirantes Incríveis do Rio de JaneiroUma Senhora Viagem

Mirante do Farol do Cabo BrancoVamos viajar pra onde agora

Mirante do Mangabeiras em Belo Horizonte6 Viajantes

Sampa Sky: o mais novo Mirante de São PauloUma Viagem Diferente

Mirante da Pedra de São Francisco na Serra da MantiqueiraEntre Mochilas e Malinhas

Gornergrat, passeio imperdível em Zermatt, SuíçaMulher Casada Viaja

VEJA TAMBÉM

11 COMENTÁRIOS

  1. Que mirante incrível da Chapada dos Veadeiros! Realmente uma janela para apreciar toda a beleza do lugar. Mas me deu um certo medo como a aparência é frágil de longe, parece mesmo um dominó.

  2. Está na minha lista de desejos visitar o Mirante da Janela na Chapada dos Veadeiros. O visual é realmente incrível. Eu adorei as suas dicas.

  3. O Mirante da Janela na Chapada dos Veadeiros é belíssimo e cada foto que vejo só aumenta a curiosidade de vê-lo mais de perto. Sentar na pedra já não faz meu tipo pois morro de medo de altura.

  4. Que incrível o Mirante da Janela, na Chapada dos Veadeiros, para quem aprecia turismo ecológico deve ser o melhor dos programas, não é? Já vi pessoas em cima dessas rochas e fico tensa daqui, vai que essa pedrinha resolve se soltar e vai tudo lá para baixo com a pessoa e tudo.
    Brincadeiras à parte, é tudo muito lindo, mas os visitantes precisam tomar cuidado sim, muito importante o alerta de vocês.

  5. A Chapada dos Veadeiros é um detino que tenho muita vontade de conhecer. Bom que vocês se preocuparam em conscientizar as pessoas a não subir nnas rochas do mirante da Janela. De qualquer forma, acho que a melhor imagem é mesmo a vista da cachoeira – e eu não subiria nem a pau nas rochas, mesmo sem conhecer os danos que poderia causar ahaha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

doze + quatro =

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE