Uruguai

É tempo de descobrir

Depois de dois meses no Uruguai descobrimos coisas sobre a cultura do povo que ou não conhecíamos ou não imaginávamos que era tão característica....

A primeira despedida

Nunca gostei de despedidas. Sempre me sentia triste em deixar para trás as pessoas ou dar um abraço no amigo que partia. Aos poucos...

E se gritar pega ladrão…

As duas ONG’s que estamos trabalhando atendem o mesmo perfil de pessoas: situação de rua e/ou violência doméstica. A diferença entre elas é a...

A gratidão que transborda

Quando decidimos viajar, o Calle America representava a busca de um novo sentido para nossas vidas. Como diz Eliane Brum “Em geral, uma vida...

As mazelas e a saia justa

Moramos na Casa Tatu. Sebastian, o dono, comprou um prédio de dois andares, reformou, resolver montar uma “casa” em cada andar e alugar todos...

Reviravolta

No último post falamos um pouco sobre nossa procura por trabalho e sobre esperarmos uma resposta do Madres de La Cruz. Contamos sobre alguns...

Onde a buzina não alcança

Procurar emprego não é fácil. Para trabalho sociais, o período de final de ano é pior ainda. Ocorre o movimento reverso do comércio varejista...

O divino

É um povo peculiar. Amigável, solicito, divertido. Além disso, o bom uruguaio gostam de exaltar as coisas, sentimentos, objetos, locais e etc. Não é...

SIGA NOSSO INSTAGRAM

PUBLICIDADE